Desenvolvimento da marca do parque

PEIGON – Cultura e Criatividade

Projeto: Águas pela paz

A iniciativa é inovadora, o Picnik é um portal dinâmico, aberto e multicultural com um movimento que valoriza a ocupação de áreas verdes e encontros ao ar livre. Sua programação dinâmica e eclética gera vários encontros alternativos e multiculturais. E é nesses encontros simultâneos com a economia criativa, música, arte, moda, gastronomia, saúde integral, bem-estar e esportes que o Picnik atrai grande público, gerando vivências e vínculos positivos.

 

Vídeo de apresentação: https://youtu.be/WHOeFNP1XH4

Maquete: https://www.youtube.com/watch?v=qHSm7rVcN-M

 

O Picnik é realizado quatro vezes ao ano, sempre em pontos turísticos no Plano Piloto – DF.  Para 2017 propõe-se:

- 1ª Edição- 21 de abril, no Parque da Cidade, celebrando o aniversário da Capital;

- 2ª Edição- 24 e 25 de junho, no Parque da Cidade, Festival Picnik. Soma-se ao Festival, o Acontece Picnik que, em sua 10ª edição, realizará atividades de capacitação para micros e pequenos empreendedores, com palestras, workshop e consultorias voltadas à cadeia produtiva da economia criativa;

- 3ª Edição- 12 de outubro, na Torre de TV de Brasília, feriado de Dia das Crianças;

- 4ª Edição- 09 de dezembro, na Praça dos Cristais – SMU. Para o Festival Picnik de final de ano, teremos a 4ª edição do Pílula Picnik, ação de responsabilidade social realizada em parceria com o HPAP – Hospital Pronto Atendimento Psiquiátrico. Pacientes, familiares e servidores do hospital são o público beneficiado por essas atividades construídas em parceria com a direção do Hospital e artistas locais.

 

Proponente: Neves e Rodrigues Espaço para Eventos Ltda

Em processo de aprovação junto a Lei Rouanet – artigo 18

Valor Solicitado: R$ 1.980.010,00

Aprovado junto a LIC/DF – 99% de isenção em ICMS ou ISS

Valor Aprovado: R$ 699.950,00

Projeto: PicNick

A Peigon faz parte do segmento de indústrias criativas e, desde 2007, cria e gerencia projetos e eventos próprios, corporativos e governamentais. Para eles, a arte, a cultura e a geração de capital intelectual estão essencialmente ligados ao desenvolvimento social e econômico

“Águas pela Paz” é o tema do II Seminário Internacional Água e Transdisciplinaridade que ocorrerá de 26 a 29 de outubro de 2017, no Museu da República, em Brasília.

O Águas pela Paz também será o evento preparatório para o 8o Fórum Mundial da Água, para discutir a cultura de paz e o compartilhamento da água entre povos e nações, abordando a água como matriz da vida, além do seu valor como recurso material. Essa discussão será realizada em perspectiva internacional, intercultural, intergeracional, científica e espiritual, com base na solidariedade, no respeito à natureza, aos direitos humanos universais, à justiça social e aos valores humanos. Criar pontes e promover encontros para a criação de uma aliança global pacífica pela preservação e uso consciente da água garantindo seu acesso como um direito a toda a comunidade de vida.

Recursos direto

Projeto: Eu leitor

Projeto Executivo - Exposição EU, LEITOR

EU LEITOR é uma experiência cultural inovadora, que explora a essência da arte literária para despertar olhares e sensações que vão bem além das palavras. Carregada de imagens, memórias e relatos, a exposição feita com multimídias convida o público a seguir um percurso interativo, repleto de informações e estímulos sobre o universo da leitura. Assim, a proposta do EU LEITOR começa por sensibilizar de forma educativa, enquanto desvenda um amplo panorama sobre o tema: desde sua gênese, seus gêneros e expoentes, até os horizontes e possibilidades inéditas proporcionadas pela tecnologia, e culmina na autopercepção do público leitor como protagonista do ato da leitura, transformando a experiência em algo pessoal, profundo e inesquecível. A relação da literatura com as demais artes e com o conhecimento será relatada e exemplificada por meio de diversos recursos audiovisuais, mostra de objetos significativos, reproduções e referências a obras de arte, cenários e à própria história material dos textos.

 

A exposição será realizada no período de outubro e novembro de 2017 nas dependências da Biblioteca Nacional de Brasília, no Complexo Cultural Da República – um monumento central da capital, com grande circulação de pessoas e fácil acesso. Com capacidade para centenas de obras e milhares de visitantes por dia, a BNB conta com infraestrutura de apoio completa, além de áreas projetadas de forma ímpar, que serão exploradas e estimuladas de forma inteligente pelo evento.

 

Proponente: Peigon Produções Culturais LTDA ME

Cidade de Realização: Brasília-DF

Aprovado para captação junto a Lei Rouanet – artigo 18

PRONAC 154493

Valor Aprovado: R$ 3.125.970,00

Valor Captado: R$1.698.540,22

Projeto: Gamecon

A Gamecon é uma convenção internacional de games e cultura pop. Uma iniciativa provocativa e ambiciosa criada para promover experiências inovadoras e fomentar a cadeia produtiva do segmento, ampliando o debate sobre o papel que a tecnologia dos games tem em nossa sociedade. Uma rica ferramenta de engajar e agregar pessoas de diferentes idades e culturas em prol de desafios diversos.

 

O foco desta edição é a realização da Gamecup, que é a nosso campeonato de e-sports. Este segmento, que vem ganhando muito espaço na mídia nacional e internacional, tem uma alta capacidade de conversão de valor para marcas de segmentos diversos além de atuar diretamente junto a um público que tem como principal passa tempo assistir e jogar videogames, na maioria das vezes, online. A ideia é promover experiências sensoriais e inovadoras com o público junto as marcas que compartilham dos interesses e propostas da Gamecon para o crescimento global do setor.

Acesso ao material digital: https://www.gamecon.com.br/

Proponente: Peigon Produções Culturais LTDA ME

Local de realização: Centro de Convenções Ulysses Guimarães

Cidade de Realização: Brasília-DF

Data de realização: 07 a 10 de setembro de 2017(à confirmar)

Projeto aprovado na CNIC de junho/17 -  Lei Rouanet – artigo 18

Valor Solicitado: R$ 4.382.660,00

Projeto: Mercado Mundi

O Mercado Mundi é uma iniciativa surpreendente e inovadora voltada ao universo da gastronomia que aborda a complexidade da cultura brasileira como fenômeno e riqueza social. Em comum acordo com as tendências mundiais, o projeto promove o Slow Food, movimento que se opõe a padronização da alimentação no mundo, valorizando os produtos e a cadeia produtiva local. Buscamos democratizar o conhecimento e aprimorar o paladar do público para a boa alimentação, apresentar a cadeia produtiva dos alimentos e incentivar a participação e a interação de seus atores, favorecendo o empreendedorismo de pequenos e grandes produtores.

Proponente: Grupo AG Arquitetura e Projetos Culturais S/S LTDA ME

Cidades: Brasília-DF

Local de Realização: Centro de Convenções Ulysses Guimarães

Data de realização: agosto de 2017

Em processo de avaliação junto a Lei Rouanet – artigo 18

Valor Solicitado: R$ 1.769.725,00

Projeto: Helmut Newton

Uma mostra inédita do grande fotografo alemão Helmut Newton, capaz de abrir um complexo território de imagens e sensações, focadas na beleza, na moda, no nu e na figura feminina. Uma coleção sem precedentes proveniente da Fundação Helmut Newton de Berlim, obras relevantes das décadas de 70 e 80, focadas principalmente nos três primeiros livros do fotógrafo, White Women (Mulheres Brancas) / Sleepless Nights (Noites de Insônia) / Big Nudes (Grandes Nus).

 

Proponente: Peigon Produções Culturais LTDA ME

Sugestões de espaço: CCBB Rio e São Paulo, Museu da República-DF, MAC-SP, MIS-SP, MAR-RJ,

Cidades: Brasília-DF, São Paulo-SP, Rio de Janeiro-RJ

Data de realização: a definir

Em avaliação junto a Lei Rouanet – artigo 18

Valor Solicitado: R$ 3.643.398,64

Projeto: Mondongo

A exposição proposta para o Brasil estará dividida em séries e temas, com o objetivo de marcar um possível percurso crítico da trajetória de Juliana Laffitte e Manuel Mendanha. Um complexo léxico experimental de personagens, mitos, caveiras e paisagens, realizados com espelhos de cores e balas, biscoitos e hóstias, fios de algodão e massas de modelar. Trazer pela primeira vez a exposição “Mondongo” para o Brasil marca um forte elo da nossa cultura, vinculada à geografia e ao lugar de pertencimento. Explica de maneira delicada e comovente os problemas que atravessam a nossa realidade, entre cidades altamente povoadas, serviços escassos, a sobrevivência e a educação. Todos temas explicados de forma reconhecível.

 

Proponente: Grupo AG Arquitetura e Projetos Culturais S/S LTDA ME

Cidades: Brasília-DF, São Paulo-SP, Rio de Janeiro-RJ

Sugestões de espaço: CCBB Brasília, Museu da República-DF, Rio e São Paulo, MAC-SP, MAR-RJ

Data de realização: a definir

Em processo de aprovação junto a Lei Rouanet – artigo 18

Valor Solicitado: R$ 4.759.826,91