• agenciantz

NTZ REALIZA CICLO DE LIVES SOBRE SUA ATUAÇÃO EM TEMPOS DE PANDEMIA

Em conversa com os membros da equipe, agência traça panorama de temas e soluções essenciais para o terceiro setor.


Seguindo seu papel transformador na atuação junto ao terceiro setor, a NTZ Comunicação e Marketing iniciou no mês de maio um ciclo de lives nas redes sociais para compartilhamento de aprendizados e experiências de seus membros.


A NTZ é especializada no terceiro setor, atuando na elaboração de projetos para leis de incentivo, captação de patrocínio e suporte de comunicação. A agência que nasceu em 2012, tem entre seus clientes diversas instituições de cultura, esporte e desenvolvimento social.


Através de rodas de conversas, sempre mediadas por Marcos Henriques Librantz (Sócio da NTZ), às sextas-feiras às 16h, a agência abordou diversos temas em cenários das áreas nas quais atua. Os desafios encontrados durante a quarentena foram o foco das conversas, buscando traçar alguns panoramas do período pré-pandemia e expectativas para o futuro.


A primeira conversa, no dia 15 de maio, teve como tema o "Panorama do Esporte e aprendizados na crise" e contou com a participação dos responsáveis pelo atendimento aos projetos esportivos, o relações públicas Renato Belinelli e o jornalista Rodrigo Correia. A reinvenção do setor esportivo, utilizando Comunicação e Marketing para relacionamento com seus públicos de interesse foi um dos principais assuntos da conversa que apresentou alguns exemplos de iniciativas que estão se destacando nesse momento na cidade de São José dos Campos e no Brasil.


Na semana seguinte, a relações públicas Pamela Suguita bateu um papo muito esclarecedor sobre as experiências e desafios da agência, com enfoque no trabalho de elaboração de projetos, captação de recursos e produção cultural. A profissional falou sobre algumas mudanças nas leis de incentivo durante esse período e como esse mecanismo tem ajudado a diversos projetos em todo país. “As leis de incentivo continuam sendo uma fonte de captação de recursos oportuna para os projetos culturais neste período, pois são pautadas em destinação de impostos, muitas delas com 100% de dedução, o que é muito positivo, pois a maioria das empresas não está em condições de fazer investimentos com recursos próprios neste momento”, declara.


Já no dia 29 de maio, com participação de Luciana Ciucci (Comunicação e Planejamento), Gustavo Torres (Diretor de Arte) e Luiz Gustavo (Marketing e Relacionamento), a NTZ falou sobre os conhecimentos de comunicação e design e adequação durante período de pandemia, além de como ideias e trocas podem inspirar e multiplicar iniciativas do bem. Também foram discutidas oportunidades e diferenciais na geração de engajamento nas redes. Luciana Ciucci destacou o momento de alto consumo de conteúdo online e a preocupação das marcas e mídias em assumir posicionamentos favoráveis a causas que minimizem os impactos negativos da pandemia. “Vale a pena lembrar que eventos e jogos, que são dois produtos que a NTZ trabalha bastante, de fato, ficarão por um tempo parados, por serem naturalmente situações onde se aglomeram pessoas. Nesse sentido, a gente está sendo bem provocativo na revisão dessas contrapartidas. Prometer marca em materiais impressos, oferecer eventos exclusivos para o patrocinador, ativações presenciais... enfim, tudo isso precisa ser revisto para que as instituições continuem funcionando e realizando seus projetos de um jeito diferente, adaptados a condição atual. Neste caso, o online mais uma vez é uma tendência irreversível”, sintetiza.


Luiz Gustavo apontou diversas dicas e oportunidades junto às redes sociais e meios de comunicação. “É extremamente importante para as organizações se posicionarem, pois do contrário elas acabam transmitindo um valor de comodismo. Porém, todo posicionamento deve ser planejado. É o momento das pessoas serem criativas”, diz. Já Gustavo Torres, diretor de arte da agência, destacou o papel do designer junto a sociedade civil organizada. “Atuar no terceiro setor significa rever valores e não exaltar “valores”. O design e os processos na nossa área devem ser coletivos e cooperativos, porque são sobre pessoas, para pessoas, a fim de criar uma economia coletiva e criativa que preenche o vazio e falhas do sistema atual”, conclui o designer.


Desenvolvimento Social em foco

Na última semana, encerrando o primeiro ciclo de conversas, Renato Belinelli mediou o papo sobre Desenvolvimento Social, com a participação de Amanda Pereira (Comunicação e Relacionamento), Pamela Suguita (Projetos e Relacionamento) e Wellington Junio (Marketing e Relacionamento). Foram apresentados dados e informações sobre a importância das ONG's e a ampliação das iniciativas sociais e da generosidade, relevância dos negócios de impacto social, além de como o Investimento Social Privado pode apoiar soluções de impacto na pandemia.


Amanda Pereira destacou a importância da atuação das ONG’s e da integração dos três setores para o desenvolvimento de políticas de atendimento e doações mais igualitárias. “A articulação dos três setores é muito importante, porque permite uma maior abrangência das ações, ganhos de escalas no atendimento, melhor aproveitamento dos recursos investidos e, principalmente, melhoria na qualidade do atendimento à população, que é o ponto focal”, diz.


Wellington Junio falou sobre os negócios de impacto social que têm feito a diferença nesse período. “Mesmo com essa crise inédita, existem negócios que estão prosperando e são considerados setores de oportunidades. Mesmo antes do coronavírus, esses negócios já ofereciam soluções a problemas reais da população ou tinham uma proposta de valor que trazia mais conveniência e facilidade para os seus clientes. Negócios com essas duas características principais devem ganhar ainda mais relevância no mundo pós-crise. Difícil imaginar um cenário contrário a essa visão”, afirma.


Já Pamela Suguita apontou alguns exemplos claros de ações que estão sendo desenvolvidas por empresas da região. “Em São José, podemos citar o caso da DMCard, uma empresa de administração de cartões de crédito, que tem realizado diversas ações relevantes. Atuamos com eles nesta área, então acompanhamos de perto suas iniciativas, como o apoio ao movimento SJC Sem Fome, engajando colaboradores para arrecadação de insumos e disponibilizando carros para fazerem entregas dos kits porta a porta, e o investimento no novo hospital em SJC que será construído para ampliar a capacidade de atendimento de saúde da cidade com leitos e UTIs preparados para pacientes da Covid”, conta.


A NTZ continua com sua programação de lives e conteúdos durante a quarentena, sempre em suas redes sociais. A próxima live com a temática esportiva acontecerá no dia 19 de junho, às 16h, no Facebook da agência.

Acompanhe a NTZ nas redes sociais

https://www.facebook.com/agenciantz

https://www.instagram.com/agenciantz/

https://www.linkedin.com/company/agenciantz


0 visualização